PÃO DE “QUEIJO” DE MANDIOQUINHA

 

paodequeijo

Pão de “queijo” de mandioquinha ( sem queijo)

Delicioso e saudável

Ingredientes:
3 xícaras de polvilho azedo
2 xícaras de polvilho doce
3 xícaras de purê de mandioquinha
½ xícara de óleo
1 colher ( sopa) de sal
1 xícara de água morna (da mandioquinha)

Modo de Preparo:
Cozinhe a mandioquinha até que fiquem bem macias. Escorra reservando a água. Amasse-as bem até formarem um purê.
Em uma bacia coloque o polvilho doce, o polvilho azedo, e o sal e vá umedecendo com a água da mandioquinha e esfarelando com as mãos. Por último coloque o purê juntamente com o óleo e amasse bem até formar uma massa lisa e homogênea. Faça bolinhas e coloque-as em
Uma forma untada. Leve ao forno bem quente por 30 minutos ou até que fiquem estufados e levemente dourados. Sirva quente.

Anúncios

Alimentação que ajuda na nutrição dos cabelos, unhas

images (2)

Para manter as unhas e cabelos bonitos e saudáveis é fundamental seguir uma boa alimentação, já que a falta de alguns nutrientes e vitaminas podem deixá-los quebradiços.
A ingestão insuficiente de vitaminas do complexo B pode provocar listras nas unhas e a falta de cálcio pode torná-las secas e quebradiças. A deficiência de vitamina C e ácido fólico pode ter uma responsabilidade parcial pelo aparecimento de problemas nas unhas.
A proteína, que é a base da queratina, é a principal fonte de nutrição para os cabelos e as unhas é encontrada em queijos e ovos, legumes e verduras , soja, grãos integrais como a Quinoa, feijões principalmente os do tipo escuro, semente de linhaça, girassol e gergelim, castanhas e as nozes. Esses alimentos também possuem cálcio e ferro.
Quando a mulher está anêmica ou tem deficiência de cálcio, os cabelos e unhas ficam fracos. As algas secas também são ricas em cálcio e em vitaminas do complexos B que fazem parte do cabelo. e unhas.
. As unhas gostam de proteínas, como os cabelos. E de mais dois nutrientes, o enxofre, que você encontra em verduras escuras, repolho e sementes, e do potássio, encontrado na banana, na cenoura, no pepino, na salsa e em todas as sementes.

O silício deve ser consumido para ajudar na absorção do cálcio, para ajudar no fortalecimento de cabelos e unhas. O silício é encontrado no espinafre, cebola e alho. Use sem moderação a cebola e o alho no tempero. A cenoura também, de preferência crua. Três xícaras de chá de cavalinha consumidas diariamente também são muito importantes.
O zinco, presente nas sementes, nas castanhas, e as algas, é um mineral essencial para as unhas. Se você tem manchas brancas, você deve estar com deficiência de zinco e selênio.
Dicas de alimentos para as unhas


Laranja, pimentão amarelo, mamão, morango, goiaba, limão, tangerina: VIT. C
Vegetais de folhas verdes escuras, nozes, sementes e grãos integrais: VIT. E
gema cozida, levedura e grãos integrais: BIOTINA
Ovo, laticínios, gérmen de trigo, grãos integrais: VITAMINAS complexo B
Quinoa, amaranto, carnes: ZINCO
leguminosas, feijões, grãos integrais,yogurte, ovos : QUERATINA
Dicas de alimentos para os cabelos
Pepino: SILÍCIO e ENXOFRE
Óleo de linhaça: ÁCIDOS GRAXOS ESSENCIAIS
Nozes e castanhas: ZINCO
Feijões, leite, quinoa e ovos: AMINOÁCIDOS
feijão, vegetais de folhas verdes-escuras: FERRO
Frutas secas e sementes de girassol: POTÁSSIO
leguminosas, feijões, grãos integrais,yogurt, ovos : QUERATINA

Alimentos Saudáveis Para Aliviar Stress

tabela-de-calorias             O stress é apontado como um dos grandes males da sociedade moderna. Estudos conduzidos pela associação internacional dedicada à prevenção e estudo do estresse, a International Stress Management Association (Isma) aponta que ele atinge 70% dos brasileiros, um dos maiores índices mundiais,   resultado  de uma vida cada vez mais corrida e agitada. Em excesso, o stress causa angústia, nervosismo, irritabilidade, insônia e pode desencadear uma série de doença.

Para aliviar e reduzir os diversos efeitos do estress, especialistas indicam noites de sono bem dormidas, exercícios físicos regulares e tempo de lazer, “saber reconhecer e respeitar os próprios limites é um dos fatores de controle”, outra forma muito importante é a ingestão de alimentos saudáveis, “uma dieta equilibrada, balanceada, constituída de muitos vegetais, pouca gordura e pouco açúcar pode ajudar a combater o estress”

Ahhh…, tem mais uma dica hiper preciosa: DEIXE O CELULAR, TABLET, COMPUTADOR de lado. Desconecte-se.  Ok, é difícil ficar longe do celular. Sabemos o quanto é sofrido. Mas, experimente.

Alimentos que causam ou aumentam o estress:
Açúcar, refrigerantes, cafeína, álcool, sorvetes, batata frita, queijos amarelos, chicletes e doces em geral, energéticos, alimentos picantes, alimentos processados e industrializados como : salsichas, hambúrguer, linguiça, mortadela e presunto.

Cerais integrais como o trigo e a aveia: A aveia e outros hidratos de carbono também ajudam a aumentar os níveis de serotonina no cérebro. Na verdade o cérebro precisa de carboidratos e água para funcionar normalmente. É por isso que é essencial incluir bons carboidratos como a aveia na sua alimentação regular. Alimentos ricos em carboidratos: macarrão integral, batata, pão integral, mandioca, inhame, mandioquinha, batata-doce, feijão, grão-de-bico, ervilha e lentilha. no trigo possui trimetilglicina, uma substância que ajuda a melhorar a energia, o bem-estar e a concentração.
Mel – rico em triptofano, tem ação calmante que induz a sensação de bem-estar. Ajuda na flora intestinal, responsável pela produção de serotonina, que dá mais disposição e sensação de prazer.
Abacate – rica em ácido fólico, vitamina B3 e potássio, age sobre o sistema nervoso central, garantindo o efeito relaxante.

Banana – rico em triptofano, substância precursora da serotonina.

Nozes – Ajudam você a manter seu nível de açúcar adequado no sangue. Também contém muitas vitaminas do complexo B, que combate a fadiga.
Alface: substâncias encontradas principalmente nos talos das folhas como a lactucina e lactupicrina, atuam como calmantes naturais.

Espinafre e brócolis: previnem a depressão. Contêm potássio e ácido fólico, importantes para o bom funcionamento das células, assim como o magnésio, o fosfato e às vitaminas A e C e ao Complexo B, que garantem o bom funcionamento do sistema nervoso.
Laranja: promove o melhor funcionamento do sistema nervoso. É um ótimo relaxante muscular, ajuda a combater o estresse e prevenir a fadiga. A fruta é rica em vitamina C, cálcio e vitaminas do Complexo B. A ingestão de vitamina C inibe a liberação de cortisol, principal hormônio relacionado ao estress no corpo.

Castanha-do-pará: melhora sintomas de depressão, auxiliando na redução do estress. Também é rica em selênio, um poderoso agente antioxidante. Uma unidade ao dia já fornece a quantia diária recomendada de 350mg.

Alimentos ricos em vitaminas do complexo B: Quando o estresse está presente, o corpo utiliza a glicose desordenadamente, consumindo então as proteínas do músculo como fonte de energia. O ideal então é se alimentar de alimentos ricos em carboidratos complexos e uma dose extra de proteína magra como: leite em pó, queijo minas, amêndoas que contém vitamina B12; ovo, leite, banana, aveia, batata, ricos em vitamina B6.

Maracujá: Ao contrário do que diz a crença popular, a fruta não é calmante, mas sim suas folhas. As folhas contêm alcalóides e flavonóides, substâncias depressoras do sistema nervoso central (SNC), o conjunto do cérebro com a medula espinal, responsável pela sensibilidade e pela consciência. Por isso, elas atuam como analgésicos e relaxantes musculares .
 Frutas cítricas: Morango, laranja, kiwi, abacaxí, goiaba, acerola e maracujá são ricas em vitamina C, que ajuda na imunidade, diminui o risco de gripes e resfriados que afetam a energia. A carência de vitamina C também prejudica a absorção de ferro, contribuindo para a anemia e falta de disposição.

Maçã: A fruta é rica em actidina (uma enzima que melhora a circulação do sangue), potássio, vitamina A, B1, B2, e fósforo, que combate o estress e a fadiga.

Chás: maracujá, melissa, camomila.
Água: É sabido que nosso corpo é constituído por mais de 70% de água, então a água é fundamental para o bom funcionamento do nosso corpo .

Relembrando: praticar atividades físicas aliada a uma boa alimentação e uma boa noite de sono também pode fazer toda a diferença! 

 Imagem